sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O PRUMO


 
Amós. 7.7-8 “Mostrou-me também isto: eis que o Senhor estava sobre um muro levantado a prumo; e tinha um prumo na mão. O Senhor me disse: Que vês tu Amós? Respondi: Um prumo. Então, me disse o Senhor; Eis que eu porei o prumo no meio de meu povo de Israel; e jamais passarei por ele”.

                                                  
 Amós era um homem simples, porém um grande profeta de Deus, que viveu aproximadamente em torno do ano 750 A.C durante o reinado de Jeroboão II em Israel e Uzias em Judá.  Seu nome significa “carga ou carregador”, era cidadão de Tecoa, na tribo de Judá. Sendo sua profissão boiadeiro, e colhedor de figos, não queria ser chamado de profeta, nem discípulo de profeta. Nesta época a palavra de Deus era escassa. Ainda assim o sacerdote Amazias tentou calar a sua voz, em função da sua palavra de juízo sobre Israel.

Era uma época de prosperidade, porém de trevas espiritual.
                 
                       O Prumo é usado nas construções:

 Em tudo quanto edificarmos, devemos agir pela regra segura da justiça.

                 Na construção de Deus é assim.

Ele retira os velhos muros, quando examinados pelo prumo e são achados em falta.
A verdade requer a remoção da falsidade, da hipocrisia.
Ele edifica em verdade e realidade.
Ele edifica em santidade e pureza.
Vejamos a Criação, Como Ele agiu na queda do homem.
Vejamos como Ele agiu para resgatar este mesmo homem

               Na edificação de nossa própria vida.

Não a pressa, a qualquer custo, mas a verdade deve ser o nosso objetivo.
Não segundo os olhos humanos, mas de acordo com os fatos, calculando o preço.
Deveríamos construir de acordo com a Palavra: à vista de Deus; segundo o exemplo de Cristo; mediante o Espírito, em santidade.

                  Na edificação da nossa família.

Não devemos copiar exemplos mundanos, e sim seguir o maior Líder o Senhor Jesus.
Devemos ser sacerdotes de fato e de verdade em nosso lar. Luc. 7.46-48
“Porque me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando? Todo aquele que vem a mim, e ouve as minhas palavras, e as pratica, eu vos mostrarei a quem é semelhante. É semelhante a um homem que, edificando uma casa, cavou, abriu profunda vala e lançou o alicerce sobre a rocha; e, vindo à enchente, arrojou-se o rio contra aquela casa e não a pôde abalar, por ter sido bem construída.”.

Devemos viver a Palavra de Deus, pois Ela é Espírito e Vida, obedecendo sempre o Nosso Senhor como servos, tomemos posse da maior riqueza concedida a nós pela sua infinita misericórdia.

      Na edificação da igreja deveria ser assim.

Ensinando somente as Escrituras em todas as coisas. Nada pregando além do evangelho.

1Co. 3.10-13 “Segundo a graça de Deus que me foi dada, lancei o fundamento como prudente construtor; e outro edifica sobre ele. Porém cada um veja como edifica. Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é Jesus Cristo. Contudo, se o que alguém edifica sobre o fundamento é ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, manifesta se tornará a obra de cada um; pois o Dia a demonstrará, porque está sendo revelada pelo fogo; e qual seja a obra de cada um o próprio fogo o provará.”.

Pondo os pecadores em posição inferior, pela lei, e exaltando a graça de Deus.
Levando os homens à santidade e à paz pelas doutrinas da verdade.
Exercitando a disciplina, para que a igreja seja pura.


                       O Prumo é usado para examinar
Podemos usá-lo:

1) No muro da justiça própria, da presunção, da vanglória, do orgulho, do egoísmo etc.. Jo. 6.44 “Como podeis crer, vós os que aceitais glória uns dos outros e, contudo, não procurais a glória que vem do Deus único?” (Quem anda desta maneira é porque ainda não conseguiu crer na pessoa do Senhor e Salvador Jesus Cristo, portanto é necessário arrepender, mudar de vida, de pensamento).

2) No muro do viver descuidado. Luc. 21.34 “Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço.”

 (O mundo tem convidado os crentes a viverem uma vida, de descuido, igualando-se nos dias de Noé, totalmente despercebidos, sem o azeite em suas candeias, portanto acautelai-vos disse Jesus).

3) No muro da confiança na religião, nos cerimoniais, Mat. 24.2 “Ele, porém, lhes disse: Não vede tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada.”.

O Senhor Deus o usa nesta vida. Ele o usará no fim. Devemos usá-lo em nós mesmos.

Devemos nos aproximar do Trono da Graça com confiança, pois o resgate já foi realizado na Cruz do Calvário, temos, portanto livre acesso, diante do Nosso Senhor, purifique nossa consciência, no sangue de Jesus, consertemos nossos caminhos, pois estamos diante do Senhor da Glória.


  Ribeirão Preto, outubro de 11.

      
                                                                      Pr. José Eymard. 

3 comentários:

  1. MEU PASTOR... CREIO QUE NESSE MOMENTO TEMOS A OBRIGAÇÃO DE EXERCER O USO DO PRUMO DE DEUS. ESTAMOS EM TEMPOS DIFICÍLIMOS, ONDE A TENDENCIA É FICAR PIOR, ONDE VEMOS O EVANGELHO SER BARGANHADO POR LIDERES QUE NADA TEM PASTORES E SIM MERCADORES. TEMPOS EM QUE O POVO N VÊ QUE JESUS ESTÁ VOLTANDO, QUE É UMA REALIDADE O FIM DESSA SODOMA E GOMORRA, PESSOAS QUE NÃO QUEREM COMPROMISSO COM A IGREJA.

    ALMAS ESTÃO INDO PARA O INFERNO E MUITOS QUE SÃO CHAMADOS DE SACERDOTES SE PREOCUPAM APENAS COM O OURO DO TEMPLO.
    QUE DEUS TENHA MISERICÓRDIA DE TANTAS VIDAS!

    ABRAÇOS EM CRISTO JESUS
    MISSIONARIA CLEUSA KLEIN

    ResponderExcluir
  2. Pastor Jose parabéns pelo maravilhoso blog vou acompanha-lo sempre, conte com nosso apoio, saudações em Cristo.

    ResponderExcluir